domingo, 24 de agosto de 2008

Homenagem ao Candeia


Candeia não foi só uma "Luz da inspiração" ele foi também uma "Nova escola" para os sambistas que vieram depois e ouviram seus “conselhos de vadio”.

O mestre melhor do que ninguém cantava “as riquezas do Brasil”, imponente, decidido e talentoso, para ele todos os dias eram “dia de graça”.

Depois do seu acidente ele vivia "isolado do mundo" e na “expressão do seu olhar” sentíamos e compartilhávamos a sua tristeza, ele estava com sua “alegria perdida”!

Nesta fase tão difícil nem o samba lhe “acalentava”, todos aguardavam “a volta”, mas ele respondia: “assim não dá”..., “quero estar só”

Mas Candeia logo acabou sentindo "saudade" e disse: “já curei minha dor”, então fez seu tão esperado "regresso" para o mundo do samba.

Soltou sua "imaginação" saiu do seu "quarto escuro" e mostrou para o mundo que mesmo sentindo o "peso dos anos" ele ainda era o sambista Candeia, e iria cantar "de qualquer maneira".

Sua imensa vontade de “viver” representava para muitos a “filosofia do samba”

Infelizmente mais cedo do que esperávamos ele escreveu seu “testamento de partideiro” para virar um anjo,,,,

Um “anjo moreno” que está lá no céu junto de seus amigos Portelenses pois a “Portela é uma família reunida”que está só aguardando “o último bloco”passar.

Neste dia tão triste todas as escolas pediram “silêncio tamborim”, não era “a hora e a vez do samba”, o único som que se ouvia, era de familiares e amigos lamentando a perda de um sambista, pai, amigo, exemplo de luta, não era só o samba que perdia,,,,

E hoje apesar de não vermos mais seu “sorriso antigo” e ele estar em "eterna paz" nós sabemos que "a chama não se apagou"...

18/06/2008
Fernanda Morari

“Palavras entre aspas são nomes de músicas do Candeia ou cantadas por ele”

Por favor ao copiar esta homenagem mantenha o nome do autor!

Um comentário:

Praça XI disse...

Lindo texto! Salve o Candeia e a Fernanda!